Domingo, 14 de Junho de 2009
“DEIXA-ME ENTRAR”_ESTRANHO E TERNO
deixa_meentrar_1.jpg

deixa_meentrar.jpg

deixa_meentrar_2.jpg

deixa_meentrar_3.jpg

Deixa-me entrar (Låt den rätte, Tomas Alfredson, 2008) é um filme imperdível e poupo-me aos adjectivos da mesma forma que o filme se furta constantemente a considerações moralistas sobre a situação de uma criança e da sua amiga imaginária, neste caso, uma vampira. Uma fotografia e direcção de arte que nos oferecem imagens mágicas, esculturas vivas: a cena do levantamento do corpo congelado no bloco de gelo, o dependurado que escorre sangue, os membros dissecados na piscina… Ambientes estes, que contrastam com as janelas e com os enquadramentos que nos oferecem cenas do dia-a-dia de uma Suécia de final dos anos setenta, início dos oitenta. Roupas estudadas ao detalhe, mobiliário de época, objectos enigmáticos pela passagem do tempo.

Um miúdo de doze anos perdido entre as querelas de uma adolescência problemática e solitária, sem amigos, perdido entre o gozo dos colegas mauzões, entre o divórcio dos pais, que esconde talvez uma homossexualidade ou, quem sabe, apenas o álcool. Um cubo mágico. O objecto que aproxima Oskar de Eli, a rapariga que só sai à noite, sem frio e que tem um cheiro esquisito. A proximidade da miúda, que afinal não é miúda, porque ninguém é o que aparenta ser e todos se escondem na neve, fá-lo sentir vivo e acreditar que pode vencer os colegas. Entretanto, alguns sintomas estranhos começam a surgir… corpos mortos aparecem em vários lugares das redondezas. A malvadez dos gatos que se viram contra aquela que antes os alimentava, qual Malvina Cruela, transformada em vampira pela menina anjo. Uma delas vive mas outra vai morrer, sem moralismos, queimada pelo fogo, porque assim o escolheu. O cubo de Rubik e as suas seis faces coloridas. Um filme sobre a pena de morte ou o direito à vida? Não me parece. Um filme sobre a imaginação e como esta nos pode ajudar a superar todos os males? Talvez. Não é a fuga para a ficção a melhor prova de que a vida não nos chega? A não perder para quem gosta do género, um drama cheio de fluidos, de uma ternura assinalável.
tags:


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds