Segunda-feira, 15 de Junho de 2009
“TERMINATOR SALVATION”_PARTIR O CORAÇÃO EM DOIS
terminator.jpg

terminator_1.jpg

terminator_2.jpg

terminator_3.jpg

Uma boa surpresa foi mais este “episódio” do Exterminador, uma saga da qual sou fã há anos. Terminator Salvation (McG, 2009) é um filme bastante bem feito, com alguns efeitos especiais surpreendentes, como aliás acontecia em “episódios” anteriores, i. e., Terminator 2, Judgment Day (James Cameron, 1991), na época um verdadeiro marco na área da utilização do movimento humano aplicado a uma personagem de computador. Este novo filme tem algumas cenas impressionantes em matéria de manipulação digital, nomeadamente a perseguição na estrada, logo no início, entre humanos e máquinas. As explosões, se por vezes em excesso, ajudam a recriar a ambiência de guerra caótica e contribuem para uma atmosfera de fim do mundo, algo que realça a eminência de uma espécie em vias de extinção. Acabei de ler A Estrada de Cormac McCarthy e várias vezes me lembrei das imagens de Terminator Salvation, cenas pós apocalipse, duras e secas, em decomposição… O livro de Cormac McCarthy, que conta uma história de sobrevivência entre um pai e um filho num mundo completamente de “pernas para o ar”, vai ser adoptado para cinema, ao que parece, no final deste ano. 

Christian Bale no papel de John Connor, o líder da Resistência humana contra o exército de exterminadores da Skynet, foi uma excelente aposta e, Terminator Salvation, leva-nos numa viagem imersiva até ao ano de 2018, depois do apocalipse. Assim, entramos num mundo devastado onde os humanos são resgatados à miséria e transformados em híbridos, meio humanos meio máquinas, e onde uma revelação é necessária para salvar a espécie humana. A banda sonora de Danny Elfman é bastante boa e o filme torna-se uma experiência imersiva na qual parece quase possível tocar. Só ficou a faltar um miúdo com o carisma de Edward Furlong a ouvir Guns N' Roses: "I'm a cold heartbreaker
     Fit ta burn and I'll rip
     your heart in two
     An I'll leave you lyin' on the bed
     I'll be out the door before ya wake
     It's nuthin' new ta you
     'Cause I think we've seen that movie too
'Cause you could be mine
     But you're way out of line
     With your bitch slap rappin'
     And your cocaine tongue
     You get nuthin' done
     I said you could be mine ..."

tags:


14 comentários:
De fosquinhas a 16 de Junho de 2009 às 23:10
Oh filho com tanta imersão você deve passar o dia no banheiro


De mouseland a 18 de Junho de 2009 às 14:21
:mrgreen::shock::cool: xxx mouse


De Hélio Henriques a 18 de Junho de 2009 às 18:23
Pela primeira desde que me lembre, não consigo concordar em quase nada do que está presente neste blog, concretamente neste texto.
O T4, podia e devia ter sido um grande filme, mas acho que não chegou lá.
O argumento, ou pelo menos parte fazia prever algo de grande mas o filme perdeu-se pelo caminho, não sei bem se será sido os FX ou por queres mudar a linha narrativa das prequelas, mas este ficou ao nível do 3, o que é dizer bastante mal ;)
O actor principal não tem qualquer reparo, já que é um dos melhores da sua geração, mas o resto, simplesmente, não estava lá.


De mouseland a 19 de Junho de 2009 às 13:54
:mrgreen::roll::shock::grin: Olá Hélio! Não percebo bem o início do teu texto, o problema passa-se só com este post ou afinal com os últimos posts? Quanto a este filme não tinha expectativas nenhumas e acabei por ter uma boa surpresa. Estava até à espera de ir ver um conjunto de efeitos especiais mas afinal revelou-se algo mais e gostei de me sentir novamente "dentro" do universo da saga, mesmo que num episódio algo diferente. Talvez não seja dos melhores mas não me parece que seja assim tão desapontante. Acho que é uma questão de expectativas. Abandonei a sala do cinema com um enorme entusiasmo a sentir que tinha revivido aquele universo. xxx mouse


De André Carita a 19 de Junho de 2009 às 18:04
Quero muito ver este filme. Sempre fui fã dos dois primeiros episódios da saga. O três foi péssimo. O trailer deste T4 fez-me recordar com nostalgia os cenários pós-apocalípticos semelhantes em Mad Max e isso agrada-me. Quanto ao videojogo deste filme parece ter sido feito à pressa perdendo uma excelente oportunidade de elevar a adaptação filme-videojogo. Ao referires que "o filme torna-se uma experiência imersiva na qual parece quase possível tocar", o jogo tinha toda a obrigação de aprofundar essa experiência imersiva. Segundo as críticas, falhou totalmente. Foi pena! :(

****
André Carita


De mouseland a 20 de Junho de 2009 às 14:52
:mrgreen::mrgreen::smile::wink: Olá André, os cenários são bastante interessantes, a atmosfera geral foi das coisas que mais me interessou e agradou no filme, e o CB, claro, que é sempre um prazer, hehehe. Em relação ao videojogo só vi o site e até pensei que poderia ser bem feito... na linha do jogo que saiu com o Matrix Reload (2003) e que tanto gozo me deu jogar na altura, uma forma de continuar a experiência do filme num outro meio. Penso que as sagas têm sempre estes problemas (falo do medíocre Matrix 3 que foi o pior dessa saga, o que seria se fizessem um 4..?) uns episódios melhores que outros... mas o universo "mexe" e faz-nos relembrar os filmes antecedentes, revisitar os títulos anteriores, há como que um certo efeito que não nos permite discernir totalmente sobre a individualidade de cada "episódio". xxx mouse


De tipografia a 21 de Junho de 2009 às 01:52
:mrgreen::mrgreen::mrgreen:...de momento sou incapaz de consumir filmes deste "tipo"!!! :mrgreen::mrgreen::mrgreen:


De mouseland a 23 de Junho de 2009 às 12:29
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Filmes de que "tipo"? Ficção científica? hehehehe xxx mouse


De André Carita a 2 de Julho de 2009 às 16:29
Por falares na atmosfera do filme e por saber que aprecias títulos que apelam a construções dinâmicas e activas de narrativas lembrei-me do FallOut 3, ja jogaste?

**
André Carita


De mouseland a 3 de Julho de 2009 às 00:21
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Nopes, devo jogar já percebi :cool: é isso? xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds