Sexta-feira, 16 de Julho de 2010
NOVO NOME NO JORNAL PÚBLICO
novonome.jpg

Aqui fica o parágrafo que mandei ontem por e-mail ao jornalista do jornal Público, Tiago Bartolomeu Costa, sobre o novo director da DGA (e-mail assinado Patrícia Gouveia):

Segundo consegui perceber ao longo das poucas reuniões que tivemos, no âmbito do júri dos Cruzamento Disciplinares da DGA, o João Aidos tem uma experiência operacional significativa nas áreas da engenharia, arquitectura e teatro. Com um pragmatismo evidente parece privilegiar relações interdisciplinares que estabeleçam pontes entre as artes, as ciências e as tecnologias, com enfoque nas indústrias criativas. No entanto, não conheço em detalhe o percurso profissional e académico do novo director da DGA para emitir uma opinião menos vaga e generalista.

Aqui fica o artigo publicado on-line e na versão impressa onde o meu nome foi trocado devido a uma confusão com o nome do outro elemento do júri da área dos Cruzamentos Disciplinares, Marco Sousa Santos, segundo fui informada hoje pelo jornalista em questão. Tirem as ilações que quiserem.


18 comentários:
De Amélia a 19 de Julho de 2010 às 11:20
tiro uma ilação: os jornalistas por vezes fazem lapsos. isso é grave? merece tantas explicações?


De mouseland a 19 de Julho de 2010 às 13:00
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Amélia, e eu que julgava que eras uma obreira do rigor. Eu por mim tanto se me dá como se me deu mas teria gostado mais que me chamassem mouse. xxx mouse


De Amélia a 19 de Julho de 2010 às 16:39
Falta de rigor teria sido dizerem que é trompetista ou citarem palavras de outrém. Se acha que 1 troca de apelido é falta de rigor, imagine a minha reacção ao ler que o filme de Philippe Parreno sobre Zidane foi "encenado", entre outras coisas que aqui leio.


De mouseland a 19 de Julho de 2010 às 21:51
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: wow que critério! xxx mouse


De drBakali a 21 de Julho de 2010 às 10:37
é fantástico incomodar uma pessoa para prestar declarações (o que acontece quando a notícia em si não dá para muito) e depois trocar-lhe o nome. não me lembro que me tenha acontecido, mas não é invulgar trocarem os nomes de autores que menciono (entrevistas gravadas) mesmo quando insisto: "telefone-me se quiser confirmar alguma coisa". claro que haverá sempre quem não ligue, como a Amália, mas eu cá fico fulo.


De Amélia a 21 de Julho de 2010 às 11:05
Eu acharia mais grave trocarem o nome de um autor que cito do que o meu nome, talvez por não me considerar tão importante quanto a Patricia Guedes, mas acho sobretudo engraçado esta indignação vir de onde vem. Considero também que quando me pedem declarações, apenas me deixo "incomodar" porque quero.


De mouseland a 21 de Julho de 2010 às 12:50
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Olá Ants, tocas no ponto mais irritante e que mostra a total falta de respeito pelo trabalho dos outros (desprezo em PT pelo trabalho bem feito, segundo Henrique Garcia Pereira, e, acrescento eu, executado a horas). Dediquei a minha hora de almoço num dia cheio de trabalho a escrever umas linhas estruturadas e descomprometidas, absolutamente opacas, para responder a uma pergunta que não tinha qualquer sentido, e a resposta do jornalista é a mais límpida incompetência. Eu se fosse ao Belmiro "rua!". E acreditas que me pediu "urgência". É disto que o país mais precisa jornalistas culturais cheios de "brio". xxx mouse


De Amélia a 21 de Julho de 2010 às 12:57
estou a ficar habituada às suas justificações desesperantes:

cada qual seu estendal mas eu apenas me deixo “incomodar” na minha hora de almoço num dia cheio de trabalho porque quero. quanto às linhas "absolutamente opacas", que utilidade têm? o objectivo é lançar poeira para os olhos do leitor? e que sentido faz uma pessoa inteligente responder a perguntas "sem sentido".

Conclusão moral portuguesa: e depois, queixam-se.


De mouseland a 21 de Julho de 2010 às 13:43
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Máxima tibetana: a perguntas sem sentido responde-se com respostas sem sentido. A perguntas com sentido responde-se com perguntas com sentido. O resto pode parecer má educação. Na ascese oriental, a que aspiro, há sempre que ter em consideração a boa educação e a diplomacia e ignorar os provocadores. xxx mouse


De Amélia a 22 de Julho de 2010 às 08:09
se conhecesse uma pontinha da ascese e da humildade "tibetanas" ha muito teria fechado a loja das diafanas sentenças e das anafadas graçolas.
Se fosse uma boa asceta "oriental" (? LOL) assumiria que não vale a ponta dum chifre, mas sem ir a extremos orientes podia começar por desenvolver uma modéstia Socratica (não o seu primeiro M, o grego) antes de começar a aprender os sourates corânicos, os versos do Livro dos Mortos tibetano ou outros "orientais" textos ascéticos.


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds