Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2010
COMO EU GOSTO DA ESLOVÉNIA
maribor_cidade_2.jpg

maribor_cidade_1.jpg

maribor_cidade.jpg

Dia 18 de Novembro eu e o P. partimos às seis da manhã para Maribor via Munique e Graz. No aeroporto de Graz, na Áustria, as malas apareceram num piscar de olhos e à nossa espera estava o Peter, um estudante de ciências políticas esloveno que já tinha vivido uns tempos em França, viajado pela Europa do norte e que nos mostrou algumas particularidades da passagem do território austríaco para o esloveno. Ficámos instalados no confortável hotel Orel mesmo no centro antigo da segunda maior cidade da Eslovénia. No primeiro dia explorámos Maribor e acabámos a degustar uma excelente refeição na praça do Castelo, entre umas entradas deliciosas provámos um bom vinho tinto local e a refeição consistiu em dois risottos muito saborosos.

maribor_kinoudarnik.jpg

maribor_melita_viktorija.jpg

maribor_melita_andrew.jpg

Na sexta-feira, enquanto o P. foi explorar a cidade, eu fui para o cinema Udarnik ouvir a primeira sessão do simpósio onde estava a participar, “Re-play: Cinema and Vídeo Games”, organizado em cooperação com a Universidade de Maribor, com concepção e programação de Melita Zajc. A primeira sessão contava com duas apresentações de estudantes eslovenos, Viktorija Gošnak sobre o tema “Women in games: sex objects or feminist role models?” e Damjan Obal com o título “Art of geeks, elves and druids: identity and hierarchy in gaming tribes”. Escusado será dizer que foram poucas as palavras eslovenas que entendi mas deu para seguir os autores citados e ver as imagens. A sessão culminou com a conferência de Andrew Hall sobre “Avant-gaming: The Video game as found-footage source in experimental film”. Uma das primeiras coisas que o Andrew Hall me perguntou quando me foi apresentado foi se conhecia o realizador português Pedro Costa. Estupefacta, disse-lhe que sim, e só depois me disseram que o Andrew tinha passado alguns filmes do realizador português em Los Angeles no âmbito do programa UCLA’s Melnitz Movies. Para saber mais sobre este programa aqui. Andrew Hall foi também um dos programadores do The Festival of (In)Appropriation.  A apresentação foi bastante interessante, mostraram-se inúmeros filmes experimentais, nomeadamente “Utopia Variations” de Gregg Biermann (2008), “She Puppet” de Peggy Ahwesh (2001), “Stranger Lones to Town” de Jacqueline Goss (2007), um trabalho de Phil Solomon, “The Blockbuster Tapes” de Daniel Martinico (2009), “The Game” de Tasman Richardson (2007), entre outros.

Nessa noite fomos todos jantar a um dos mais populares restaurantes de Maribor, "o Âncora", com nome português, hehehe, onde comemos umas deliciosas saladas mistas, lulas grelhadas acompanhadas de puré com espinafres, à moda croata, e onde bebemos um delicioso vinho branco da região de Maribor. Entretanto, a Isabelle Arvers tinha chegado nessa tarde. Ao jantar discutimos viagens, hábitos culturais e curiosidades. De seguida, ainda fomos ao cinema Udarnik ouvir o que restava da performance "8-bit night" que foi interessante.

maribor_janezstrehovec.jpg

maribor_rosmarin.jpg

maribor_lasko.jpg

No dia seguinte, fui ouvir a comunicação “September 11 and 12: Game of the world and the art of artistic video games” de Janez Strehovec, mais uma vez a língua foi impenetrável mas consegui seguir os autores e fiquei com a impressão que perdi uma boa apresentação… principalmente depois de ter acompanhado o Janez Strehovec numa Laško beer (eu infelizmente bebi um chá de menta) e de ter trocado algumas impressões com ele. Provar a famosa cerveja eslovena seria matéria para o dia seguinte, depois da minha comunicação, mas foi um prazer partilhar aquele momento com um investigador que cruza tantos saberes distintos, da e-poetry, ao jogo, passando pela filosofia e pelo cinema. Seguiu-se a comunicação de Isabelle Arvers, “Machinima as a Political or Artistic “Detournement” of Vídeo Games”.

Nessa noite jantei com o P., que tinha ido nesse dia de comboio visitar Ljubljana, onde eu já estive há doze anos, num sofisticado restaurante de Maribor, Rozmarin, que não fez as nossas delícias. Um espaço algo pretensioso onde a comida não nos pareceu nada de especial embora nos tivesse sido recomendado. Os restaurantes anteriores tinham sido bastante mais apetitosos. Depois, fomos ao cinema Udarnik ouvir o que restava da performance "Optofonica Showcase".

maribor_graffiti.jpg

maribor_graffiti_3.jpg

maribor_graffiti_2.jpg

Na manhã subsequente lá fui em direcção ao local do "crime" para ouvir a apresentação de Melita Zajc, "Re-play: two dispositifs, one game", e, finalmente, fazer a minha comunicação, "Cinema and videogames, Convergence in transmedia playable experiences". As coisas correram-me bem e fiquei bastante aliviada. Pelos comentários que ouvi a seguir penso que a hora e meia passou sem que ninguém ficasse chateado na sala e, no final, o Andrew Hall pediu-me que lhe enviasse os endereços dos trabalhos apresentados cuja maioria se passaram no país dele. Um americano mostra cinema português e uma portuguesa apresenta projectos sediados e desenvolvidos na Califórnia... As redes digitais da actualidade dão estes resultados. Jantámos os dois, eu e o P., com a Melita Zajc e o Andrew Hall, e depois ainda fomos beber uma Laško ao Udarnik para comemorar a missão cumprida. No dia seguinte tínhamos combinado com a Melita ir visitar a universidade às 10h, depois do delicioso pequeno-almoço do Hotel Orel.

maribor_universidade.jpg

maribor_universidade_1.jpg

maribor_universidade_2.jpg

Segunda-feira foi o meu único dia realmente livre em Maribor. Depois da visita à universidade, cujo edifício é surpreendente e foi concebido por um arquitecto esloveno, andámos a deambular com a Melita Zajc pelos centros culturais e fomos ao Kibla, um centro multimédia onde conheci o trabalho Biomodd, do belga Angelo Vermeulen, uma instalação/workshop de grande complexidade que junta ecologia, tecnologia, jogos, design colaborativo, entre outras vertentes. Neste contexto, “Biomodd highlights the social nature of gaming and game culture. Each installation can function as a gaming station for a fully working multi-player game.” Mais informações aqui. No Kibla tive oportunidade de trocar algumas impressões com o Angelo Vermeulen, que já tinha conhecido no Udarnik, e que me explicou, com algum detalhe, as ideias que estão na base das suas instalações e projectos transdisciplinares. Recebi de oferta o CD, The Sound of Gesture, For Violin, Sensors and Computer, de Stevie Wishart, e em geral fui tão bem recebida que melhor é impossível. Uma simpatia. De seguida, fomos almoçar com a Melita ao restaurante do primeiro dia e às 16h estávamos preparados para uma nova boleia do Peter até ao aeroporto de Graz. Desta vez viemos por Frankfurt e chegámos a Lisboa às 23h.

maribor_kibla_angelovermeulen_1.jpg

maribor_kibla_angelovermeulen.jpg

maribor_kibla_angelovermeulen_2.jpg

A ida à Eslovénia correu muito bem, como há doze anos, quando visitei Bled e Ljubljana, na altura em direcção à Croátia, senti-me em casa. As pessoas são dedicadas, cultas e sofisticadas. Os meus agradecimentos a Melita Zajc pela simpatia, troca de ideias e acolhimento, a Mileva Marcic por tratar da minha viagem, hotel, refeições, transporte do aeroporto e tudo o que se relacionou com a minha estada na Eslovénia. Foi um verdadeiro prazer.


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds