Sábado, 22 de Novembro de 2008
VANCOUVER, ICONOGRAFIAS_HALLOWEEN
vancouver_iconografias_6.jpg

vancouver_iconografias_3.jpg

vancouver_iconografias_5.jpg

vancouver_iconografias_7.jpg

vancouver_iconografias_graffiti_4.jpg

vancouver_iconografias_graffiti_5.jpg

vancouver_iconografias_graffiti_6.jpg


VANCOUVER “CITY OF GLASS”
vancouver_vista.jpg

vancouver_vista_2.jpg

vancouver_stanleycoca.jpg

Vancouver, ou "Van" como "Frisco" em relação a São Francisco, é uma cidade encantadora. No início dei comigo a pensar que depois de conhecer Montreal, Québec e Toronto, esta cidade não me ia surpreender assim muito mas logo me desenganei. Com o mesmo traçado urbanístico, com o mesmo género de lojas e uma afluência acentuada de pessoas provenientes da Ásia, a cidade encanta pela espessura de vidro dos edifícios habitacionais da Bayshore, uma “cidade de vidro”, como lhe chamou Douglas Coupland. Encanta pela ligação recorrente à praia e ao parque, pela leveza das pessoas nas ruas. A área do Stanley Park com as suas árvores de várias cores fica absolutamente maravilhosa no Outono e passear nos eixos da English Bay e do Stanley Park é um privilégio que não vou esquecer tão cedo. Quero lá voltar. Quero voltar a percorrer a Robson Street até à Vancouver Art Gallery... perder-me na zona do Pan Pacific, onde decorreu a conferência do ACM Multimedia, e chegar à marina que nos leva ao Stanley Park e às suas famosas esculturas (totem pole). Quero comprar deliciosos bolos de arroz nos supermercados japoneses e beber Miso Soup, mesmo que instantânea, a observar a vista da varanda do Empire Landmark.

vancouver_ruas.jpg

vancouver_ruas_1.jpg

vancouver_robson.jpg

Finalmente acabei por perceber: “Vancouver is not part of Canada. Not really. There’s a genuine of disconnection from the rest of Canada that we feel here. While Ontario looms large in the minds of most other Canadians, said province simply doesn’t enter our minds from one week to the next” (Coupland, 2000: 106).

vancouver_englishbay.jpg

Para quem tiver curiosidade em saber porque é que a cidade é tão mágica e considerada um dos melhores lugares para se viver no mundo pode comprar o livro City Making in Paradise, Nine Decisions That Saved Vancouver de Mike Harcourt e Ken Cameron com Sean Rossiter (2007).

vancouver_stanleytotem.jpg

vancouver_stanleytotem_1.jpg

vancouver_stanley_praia.jpg


Terça-feira, 18 de Novembro de 2008
VANCOUVER_ICONOGRAFIAS_GRAFFITI
vancouver_iconografias.jpg

vancouver_iconografias_1.jpg

vancouver_iconografias_2.jpg

vancouver_iconografias_graffiti_1.jpg

vancouver_iconografias_4.jpg

vancouver_iconografias_graffiti.jpg

vancouver_iconografias_graffiti_2.jpg


Terça-feira, 11 de Novembro de 2008
UMA GAIVOTA NUMA VARANDA DO 29º ANDAR_VANCOUVER 08

vancouver_gaivota.jpg


vancouver_gaivota_1.jpg


vancouver_vista_1.jpg


Cheguei a Vancouver às 22 horas do dia 27 de Outubro, uma Segunda-feira. Fui directa para o hotel, o Empire Landmark, com uma vista maravilhosa para o Stanley Park e muito bem situado na Robson Street. Limpinho e sem luxos é certamente um lugar que aconselho devido à localização, à frequência marcadamente asiática e à vista dos quartos e do restaurante, o The Cloud 9. Depois de quase dez horas de voo, de Londres até Vancouver, mais a espera no aeroporto e o voo de correspondência de Lisboa, cai na cama imediatamente para acordar às 6 da manhã do dia seguinte num fuso horário com sete horas de diferença. Buy drugs and get free online prescriptions for drugs. 135 mg Colospa hydrochloride (1 tablet) 3 times daily, preferably before meals. Buy Colospa html Cheap colospa. Fast shipping. Por volta das sete e meia da manhã, quando já tinha bebido o meu café e tomado banho, qual não foi o meu espanto quando sou surpreendida por uma gaivota robusta na minha varanda no 29º andar. Não sei porquê mas senti imediatamente que era um excelente presságio e que aquele animal me tinha ido dar as boas-vindas à cidade. Estava um dia de sol radioso e fui imediatamente explorar as redondezas. Quando sai do elevador, no lobbie do hotel, umas dezenas de malas de várias cores estavam alinhadas em volta dos quatro elevadore Ilosoneerythromycin (ĭrĭth'rōmī`sĭn), any of several related antibiotic drugs produced by bacteria of the genus Streptomyces (see antibiotic antibiotic, any of a variety ofIlosoneAn antibiotic with the chemical formula C 37 H 67 NO 13, isolated from a red-pigmented soil bacterium, Streptomyces erythreus. We Accept Visa and MasterCardIlosone - drugs for bacterial infections. Buy Ilosone uk/product/ilosone. com, which is used to treat bacdterial infections. s. Um grupo de turistas (raparigas) asiáticas fazia o check out e algumas abriam ainda as malas, muito arrumadinhas, para adicionar qualquer coisa de última hora. Lá fora o sol esperava por mim para amenizar o meu jet lag.


tags:


“WACK! ART AND THE FEMINIST REVOLUTION”_VANCOUVER 08
wack_artandthefeministrevolution.jpg

wack_artandthefeministrevolution_2.jpg

wack_artandthefeministrevolution_1.jpg

Uma ausência de quase um mês na actualização deste blogue não é desculpável mas a minha vida tem sido o caos completo. Cinco dias em Vancouver, ver aqui, dois dias no Porto, ver aqui e aqui, mais aulas pelo meio… algumas de compensação… e mais uma comunicação na próxima Sexta-feira no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, de destacar o programa on-line. Para quem não gosta nada de falar em público isto é caso para se dizer “dá deus nozes a quem não tem dentes” mas a vida tem destas contradições. 

Em Vancouver, entre simulações de 20 minutos em inglês para treinar a apresentação no ACM Multimedia, fui espreitar a excelente exposição WACK! Art and the Feminist Revolution, segundo o site da Vancouver Art Gallery: “o primeiro ensaio internacional que expõe de forma sistemática um conjunto de trabalhos que exploram as relações dinâmicas entre arte e feminismo no período que vai de 1965 a 1980”. Cento e vinte artistas com trabalhos patentes numa mostra organizada pelo Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles agora disponível na Vancouver Art Gallery.


A exposição é muito interessante e está verdadeiramente bem estruturada em matéria de temáticas ou áreas de abordagem, passando pelas relações intrincadas entre a produção artística feminina e os discursos emergentes a partir dessa mesma produção. A construção de um corpo de trabalho no feminino é ali evidente e denuncia um conjunto de conceitos tratados de forma a expor os complicados papéis que a mulher, neste caso a artista, é convidada a explorar e a inquirir. A ênfase no corpo, nas tecnologias de lazer e/ou artesanais, a fabricação de sistemas de denuncia da constante depreciação do discurso construído por mulheres por parte dos homens, entre outros aspectos, como o público e o privado, a narrativa e a narração, fazem desta exposição e do seu catálogo um must. Se não fosse porque as mulheres têm de facto que se deixar ouvir não andava a pregar as minhas conversas nestes eventos todos! Hehehehe.


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds