Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2006
JÁ ESTÁ NO “AR” A BLOGONOVELA DE INVERNO!
zuzu.jpg

A blogonovela de Inverno já começou e há novos desenvolvimentos. Leandro Silva afirmou: “Como sabem a Zuzu e filhos vieram de malas e bagagens viver para o meu condomínio (Parque dos Abonados) em Telheiras no dia 30 de Novembro último. Desde então a minha vida tem sido iluminada por uma discreta donzela de boas falas. (…) Pensei que talvez a tia Chôcô pudesse vir buscar a Zuzu para umas férias num cruzeiro ou algo assim pois eu estou muito ocupado com o trabalho para andar a resolver a situação actual. Isso afastava as pestes para casa daquele malandro e o meu bem-estar ficava assegurado. Espero que algo se possa fazer”. Dalida Mercido, filha de Zuzu e Jota Mercido, surgiu pela primeira vez e disse: “Queria perguntar se alguém me quer adoptar? Tenho 12 anos, cabelos loiros olhos azuis, mais ou menos azuis, e aparelho nos dentes de cima e de baixo. Gosto de estudar e de ouvir a floribella (…)”. Zuzu parece triste: “olá querida mouse. Gostaria, para começar, de referir que estou desgostosa e sem vida. (…) O Fábio chama-me nomes (eu agora não posso dizer quais são) e a Dalida vem para aqui pedir abono de família… ai que desgraça em que eu cai desde que entrei nesta novela. Estou linda, é verdade. Perdi dez kilos e tenho o cabelo que é uma categoria mas esta tristeza… choro muito e não suporto as lambisgóias das filhas do Leandro, gaiteiras armadas em senhoras. Sento-me no jardim lá de baixo a ler a Suzana Tamaro que este livro do vai onde o coração te leva é muito bonito mas nada de me sentir melhor… um destes dias a árvore lá de baixo falou-me ao coração, de resto se não for ela, é o que lhe digo, querida mouse, uma desolação, lágrimas e suspiros e muita etiqueta. Este moço com quem me juntei é bom rapaz, trata-me bem e já me ofereceu um fio de ouro mas na verdade o amor, o amor… só vossas senhorias me podem ajudar que não sou assim tão cristã"… Antoine desejou: “que a querida mouse, pobrezita, na azáfama do Natal, com as idas para Paris, não se esqueça de dar início à superprodução do ano, a Zuzurella! Não aguento mais este compasso de espera, confesso. Por favor, Pai Natal, ilumine a mousinha e, já agora, dê uma mãozinha à fadinha”.
tags:


22 comentários:
De Pedro Silva a 14 de Dezembro de 2006 às 12:11
Patrícia,
O meu bom bom em:

http://ludologia.blogs.ca.ua.pt/2006/12/13/the-quest-for-the-rest/


De mouseland a 14 de Dezembro de 2006 às 13:30
Olá Pedro, :mrgreen::mrgreen::mrgreen:

Parece lindo o jogo. Vou jogar e depois digo-te o que achei. Faço um post na área gamers. Thanks!

xxx mouse


De Joaquim Vieira d'Alenquer a 15 de Dezembro de 2006 às 13:48
Cara Zuzu

Convicto que estou do seu real sofrimento, presa por motivos de sobrevivência dos seus dois filhos, a quem, estou certo, pretende dar o melhor, a esse profissional do show-biz, do foot e do poder local, mas nunca deixando de pensar naquele que a faria feliz, no amor e no resto, se para tal estivesse abonado, venho por este meio propor-lhe uma saída para o dilema que a atormenta.
Antes de mais impõe-se uma apresentação: sou dono de uma empresa editorial que se dedica, sobretudo, à área do socialite. Tenho comigo a trabalhar dos melhores papparazzis que há, os melhores colunistas do jet-set, enfim, tudo do bom e do melhor.
Assim sendo, com a preciosa ajuda dos nossos colaboradores, proponho-lhe a elaboração e posterior edição de um livro de memórias que, de forma original, se intitularia "Eu, Zuzu". Aí poderia confessar tudo o que a vem atormentando e que, em última análise, se deve, estou convicto, em exclusivo à actuação do seu actual companheiro. O êxito editorial estará garantido, a avaliar pelo sucesso da sua antecessora, que esta semana tanta tinta tem feito correr. Será a sua independência financeira e o primeiro passo para o retorno àquele que mais ama.
Daquele que lhe quer bem, creia,

Joaquim Vieira d'Alenquer


De Z. Maria a 15 de Dezembro de 2006 às 15:19
olá querido senhor Alenquer,

Muito obrigadas pela sua sugestão. O Leandro deu-me há duas semanas o livro inspirador da menina Carolina, senhora de tão boas falas embora o Leandro diga que é uma ordinária que eu agora não posso dizer que é uma p… coisas assim… desde que tenho esta nova vida. Eu sei do que se trata mas na verdade sempre fui uma boa esposa e não consigo perceber o que essa senhora fez para se andar a dizer coisas tão beras. Deu com a lingua no trombone e pronto toda a gente a chatear a pobre menina Carolina que se calhar até vai presa por ter andado metida com aquele ordinário do Costa. Olhe eu não gosto nada que andem a dizer essa coisas dela que ela até escreve que me toca o coração de tanta sinceridade… o Leandro nem pode ouvir falar no assunto e disse-me que aquilo era para eu ver como as galdérias daquela laia acabavam muito mal.

Olhe Senhor meu amigo patrão dos papparazzis (que é isso?) eu estou numa grande aflição e vou escrevendo as minhas cartas para aqui e para ali. A Dalida pisgou-se com o pai e levou o abono de família todinho (quase 100 euros)… deve andar numa boa vida deve… nem posso pensar nisso que o meu peito fica todo cheio de taquicárdia oh lá o quê isso que se costuma dizer.

O Leandro anda zangado pois parece que escreveu a uma tia dele e nada de resposta nem isso… anda a dizer que se eu continuo lamechas vou para a casa dele no Porto. Eu nunca lá fui ao norte mas parece que é um frio que se me arrepia a espinha toda… os meus filhinhos… o meu Jota.

Quanto ao seu negócio acho que o Leandro nunca vai permitir antão se ele diz o que diz da outra… Só se eu fizesse assim um texto sobre boas maneiras e boas falas… doutra maneira não tenho possibilidade de mudar a cabeça daquela b… sabe como é senhor Alenquer a gente sai duma e mete-se noutra. xuinfe xuinfe… (ruídos de choro e de alguém a assoar o nariz)

obrigada pela atenção, e até breve.

xi coração


De Fanny Miranda a 16 de Dezembro de 2006 às 13:50
Caros senhores,

Só vos quero avisar que essa Zuzu é uma impostora. Falem com Nic Ento que eu sempre vos disse que a verdade era bem mais complexa. Não notam nada de diferente nessa vossa protagonista? Eu sei toda a verdade!

Fanny Miranda


De mouseland a 16 de Dezembro de 2006 às 17:25
Caro Joaquim Vieira d'Alenquer, :mrgreen:

Conforme se pode perceber pela resposta que a Zuzu deu à sua missiva a sua sugestão é, para já, inviável devido a outros compromissos assumidos na produção desta blogonovela nomeadamente parcerias com o Dr. Leandro Silva. Pensamos, no entanto, que num futuro próximo (quando o nosso amigo Jota Mercido estiver recomposto) as memórias escritas da nossa querida Zuzu serão matéria indispensável para uma publicação de luxo do tipo lombada dourada e capa dura, integralmente a cores com fotografias passadas na impressão a verniz. Pensamos que seria por isso muito bom negociar desde já com o senhor o nome dos fotógrafos e as especialidades destes (fotografia de interiores, exteriores, momentos íntimos, fotoreportagem, montagem lúdica..?) pelo que lhe pedimos que nos envie uma lista das suas ideias nessa matéria. Agradecemos desde já a sua proposta e esperamos poder contar com a sua colaboração.

Cara Zuzu, :mrgreen:

Essa simpatia por essa tal Carolina não é a melhor forma de mostrar ao Leandro o seu empenho em estruturar a sua família num clima de paz e sossego pelo que sugerimos uma maior contenção verbal e escrita. A produção da Zuzurella zela pelos seus protagonistas.

Cara Fanny, :mrgreen:

Suspeições deste tipo sem fundamento são perigosas pelo que lhe peço que se explique melhor, por favor, para bem da saúde mental e física da nossa Zuzu (real ou fictícia).

Os meus cumprimentos,

xxx mouse


De fada*do*lar a 17 de Dezembro de 2006 às 13:09
:mrgreen:
Já zarpou!

Hum... a fada está algo confundida! Afinal, afinal a Zuzu acabou emancebada com o Leandro chico-esperto-pato-bravo-dos-cachuchos??? :shock:
Ou escapou-me algo?...
Cuidadinho também com estes, eeerrr... possíveis oportunistas... estamos claros, Sr. d'Alenquer? (se bem que gostei do título... "Eu, Zuzu", tal "Eu, Cláudio"... dá um toque dos clássicos...)

Querida Zuzu,
Não perca as estribeiras. Vamos já chamar a Tia Chôcô para lhe dar uma mãozinha na auto-estima. E a Mouse tem razão, tenha cuidado com as suas palavas públicas e reveleções íntimas. Aconselho-a a escrever tudo num diário FECHADO A SETE CHAVES! Daqui a uns tempos pode tornar-se um documento precioso no desenlace da trama.
Oh... e por favor conte-nos mais da sua comunicação empírica com a árvore do jardim... Está cheia de luzinhas a piscar? :roll:
De qualquer forma minha querida, todo o nosso apoio moral está consigo! Vá dando notícias regulares. Tente acalmar o seu coração abatido.

Oh Faneca, é favor seguir o conselho da dona deste condado. Não acreditamos em lamirés espectulativos. Ou nos traz de uma vez por todas provas concretas – do que quer que seja – ou não vale a pena vir para aqui atirar barro à parede. Não cola!

(PS: Mouse, adorei de "com fotografias passadas na impressão a verniz" :mrgreen:)


De Zulmira Maria a 17 de Dezembro de 2006 às 21:09
olá querida mouse,

Não acredite nessa faneca (como diz a fada) que ela deve ser uma galdéria.

Estou desesperada com o meu pobre coração encolhido e cheio de sofrimento e a dra. mouse diz-me para ter contenção verbal? Já pedi ajuda à fada que ela parece ser uma moça às direitas e embora o pai natal não me possa valer neste aperto familiar... tenho os meus filhos distantes e o meu amado Jota deus sabe o que é feito dele... decidi contar-lhe, como sugere a fada:

Todas as manhãs petisco uns brioches de morango e chocolate lá em baixo no jardim, ao lado da minha querida árvore de dois troncos, enquanto o Leandro lê o jornal Ojogo. Ele gosta muito de ler aquele jornal. A Lili e a Manu adoram croissants de queijo e obrigavam a minha Dalida a comê-los por isso é que a gaiata se pisgou. Estão sempre a chamar-me saloia e a dizer que não tenho categoria para viver com o pai mas à frente do Leandro é só simpatias. Até me chamam fofa e querida mas aquilo percebe-se logo que é fingimento para ver se o paizinho não lhes corta a mesada.

O Fábio José chamava-lhes tripeiras matronas e andava sempre a apalpar as dengosas. Adoravam mas faziam-se sonsas. E agora nem cá vem a casa pois diz que não tronca champagne por uma boa súrvia... ai ai... a minha amiga só me diz para ter calma que a tia Chôcô é que me vai valer mas eu não sei nada destas coisas da alta sociedade e o Leandro só fala em fazer-me conhecer a Lili Caneças... não é por nada mas eu sinto-me tão envergonhada com essas senhoras. Ao menos a Carolina parece ser uma moça sincera. Eu de castelos e atoalhados de renda não percebo muito a gente lá em casa era tudo do mini preço.

Queria algum aconselhamento e desejar um bom natalzinho para si e para os seus.

obrigada pela atenção, e até breve.
Aguardo espectante.
xi coração

Zulmira Maria (ex-Jota, actual Silva)


De Tia Chôco a 18 de Dezembro de 2006 às 00:32
Zuzu quida, a Tia Chôcô chegô. Ê assim: a tia tem andádo supê ôcupáda com o Natal e com a ôrganização de imensos inf'nitos eventos e workshôps de catering, mas ia tendo uma amigdalite mental quando sôbe o que se tá a passar! :shock: Portanto, a menina tá mêmo a viver com esse pindêrico mixiruca, não ê? Ou como a Fada tão bem diz, "Leandro chico-esperto-pato-bravo-dos-cachuchos".. A tia tá mêmo sem tempo nenhum mas ôça: a Zuzu quida vai dar-me a morada desse condomínio desclassificado onde tá a viver, e eu vou ter uma convêrsa com o Sr. Leandro. E quanto à sua autô-estima, a menina prepare-se porque a seguir vou levá-la a uma maratôôna de compras tão tresloucante, que a quida nem vai sabêêre onde môra!!! (e com sorte não se vôlta a lêmbrar...).
Agôra outra coisinha: pu'favôr não defenda a Sra. Carolina em público quida. Tá? Ê de um mau tom que não se aguenta.. Se quer aprender alguma coisa com a Titi, faça esse esforço.

Um bâju enôrme Zuzuzuzuzu... fico à espêra da morada do Cachucho.

A sua Titi, Chôcô


De mouseland a 18 de Dezembro de 2006 às 14:35
:mrgreen: Olá fada, Zuzu e Tia Chôcô,

Recebi hoje algumas notícias muito prometedoras do Jota Mercido e da Dalida. Penso que dentro em breve a situação da nossa Zuzu pode melhorar mas nada garantido.

xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds