Domingo, 22 de Abril de 2007
THE SECRET GARDEN OF MUTABOR
mutabor2.jpg

mutabor3.jpg

mutabor5.jpg

mutabor4.jpg

mutabor1.jpg

The Secret Garden of Mutabor é um jogo do tipo puzzle criado pelo designer alemão Jens Schmidt em 1999 usando software flash. O design de estilo asiático e as excelentes ilustrações fazem deste jogo vocacionado para os mais novos um lugar obrigatório para os profissionais da área de design interactivo explorarem as potencialidades de uma navegação rica em enigmas e narrativas bem elaboradas. Quando chegamos à interface somos guiados na história por Youmiko, personagem virtual, que nos diz que a fonte vital do jardim é o coração de desejo que não controla as suas emoções e que portanto deve ser mantido no gelo onde não aquece. De momento o castelo de gelo no rio gelado está a derreter o que significa um perigo evidente para todo o ecossistema. O objectivo do jogador é salvar o jardim secreto da extinção através da descoberta de quatro códigos que vão abrir a porta da serpente o que acaba por resolver o aquecimento do rio. Uma parábola evidente ao aquecimento global do nosso planeta explicita na frase final: “how could you believe that you can save the world?” O projecto gráfico explora a composição visual de forma muito rica e o trabalho de ilustração é complexo. É de realçar ainda a banda sonora e a solução encontrada para a manipulação do espaço usando ferramentas como zooms e scrolls, o que enriquece bastante a navegação espacial do ambiente. A construção do argumento interactivo é consistente e o texto disponível é encantador. Experimentem ou investiguem mais aqui e aqui. Obrigada António pelo envio do link!


5 comentários:
De fada*do*lar a 23 de Abril de 2007 às 02:59
Hello! Obrigado pela dica :smile:
Lá perdeu a fada mais uns minutitos a jogar...
Mas fi-lo antes de ler o teu texto e confesso que a desilução foi substancial quando acabei numa página negra com a frustrante frase “how could you believe that you can save the world?” :sad:
Se é uma lógica para um público infantil... então estão a retirar-lhes todos os sonhos utópicos, assim, logo à nascença... eheheheh

Confesso que de resto não concordo de todo com os teus rasgados elogios ao jogo...
Excelentes ilustrações?
Composição visual muito rica??? Trabalho de ilustração complexo???
Navegação rica?
Narrativas bem elaboradas?
Argumento interactivo consistente e texto disponível encantador???
:shock:

Achei um emaranhado tipo pescadinha de rabo da boca, navegação algo às cegas e sem uma narrativa/percurso consistente nem com elos/caracterização dos diversos... errrr... personagens?
Bom, gostos não se discutem. E as criancinhas devem ser mais espertas do que eu. :wink:


De mouseland a 23 de Abril de 2007 às 12:38
Olá Fada,

Sabes que eu gosto de opiniões divergentes e que sou partidária da tese e da antítese para chegar a uma síntese, base dialéctica da cultura digital, hehehe. :mrgreen::mrgreen::mrgreen: Só prova que pensas por ti e que tens opiniões pessoais, coisa rara nos dias que correm.

Agora enquadra aí este trabalho no final da década de 90 do século XX e pensa nas possibilidades que explora no contexto da época. Eu fiz o jogo rápido e achei fácil e consistente mas percebo o que dizes embora não concorde. Ai essa da ilustração até estranhei achei que ias gostar... que fazia o teu estilo mas enganei-me.

xxx mouse


De fada*do*lar a 24 de Abril de 2007 às 11:48
:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
Eu bem digo que a toca da Mouse é um quebra-cabeças...

Fico muito surpreendida que a minha singela opinião tenha colaborado na tua tão apreciada disputa entre a tese e a antítese, embora comece a perceber que a minha capacidade de exprimir pareceres pessoais não adiante muito à síntese da base dialéctica... ai... :roll:
Mas estamos sempre a aprender e na mouseland realmente convém opinar sempre com conhecimento de causa, o que não é obviamente o meu caso dado, enquanto singela leitora “abstracta” não ser uma expert ou estudiosa da cultura digital. :oops:

Para te fazer feliz, ‘bora lá lançar mais umas achas para a fogueira, eheheheh:
Dei-me ao trabalho de ler os artigos dedicados ao jogo, ambos concordantes com a tua opinião pessoal (ou vice-versa), e obviamente escrito na época do seu lançamento.
Escapou-me este dado fundamental, pois acredito que a evolução neste meio (principalmente a nível de programação, penso) seja crucial para a avaliação destes projectos.
Mas confesso que é com alguma dificuldade que faço o enquadramento no “final da década de 90 do século XX”... Perdoa-me mas ainda não me habituei a esta forma, algo irritante, e tão acurada de fazer referência a “ontem”. Caramba estamos a falar de 1999! Oito anos atrás! E no contexto da cultura DIGITAL a que outro século se podia referir?... Enfim, manias minhas.

Resumindo, na minha laica perspectiva, nada tenho a criticar em relação “à programação” do jogo (pode-se dizer assim?), mas achei-o fraco a nível da estrutura narrativa e o layout gráfico (embora bem feito e apelativo) não me seduziu. Não, as ilustrações não fazem de todo o meu estilo. Realmente pensando melhor são algo datadas e se tivesse prestado mais atenção à tipografia tinha topado logo que estavámos algures no final da década de 90 do século XX.... :mrgreen:
Mas do que me lembro dessa remota época... a nível da ilustração digital, já se faziam umas quantas coisinhas bem jeitosas e virtuosas...

Resumindo: não achei grande piada ao jogo.
Just my personal opinion. Acontece...
Beijinhos :razz:


De mouseland a 24 de Abril de 2007 às 23:56
Olá Fada! :mrgreen::mrgreen::mrgreen:

Estás bem inspirada com esta primavera do século XXI :razz: que insiste na chuva:evil: ! Pois que segundo a minha avó que fez 98 anos há dois meses um mês ou dois é muitíssimo tempo! (Disse-me no sábado passado, ao que eu retorqui que para mim, neste momento, passam a correr, os meses, claro). Ora, com isto quero eu dizer que de facto no âmbito da cultura digital este projecto na época era inovador porque se bem te lembras os modems deviam processar uns 56 k e o flash acabava de se generalizar. Mas o século (no texto acima) só serve para nos próximos cem anos quando alguém voltar a ver a mouselândia :lol: saber que não estamos a falar deste século mas do passado e depois se não é importante em alguns textos noutros é fundamental :smile: e não se largam fórmulas assim de um dia para o outro :roll: eu sou uma amante da memória e do arquivo!

Com essa da fonte mataste-me, ahahaha, acho que vou ter que chamar o blog tipografia para opinar sobre o assunto. :cool:Será que aquela fonte é estilo noventa? A ilustração datada? Há assim uma estética tão rigida nos meandros da cultura visual?? Eu sei que sim mas e a narrativa? Tu não pareces nada uma "singela leitora “abstracta”" :mrgreen::razz::lol:. Mas agora o jogo é medíocre, mau, péssimo?

xxx mouse


De SwáSthya\ a 3 de Setembro de 2008 às 01:42
eh eh eh
tantas opiniões :)


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds