Terça-feira, 3 de Julho de 2007
FILIPE PAIS NA UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE LISBOA_29.06.07
filipepais.jpg

Filipe Pais está a concluir a licenciatura em Som e Imagem da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha e trabalha actualmente na Ydreams. O autor visitou os alunos do mestrado de Sistemas de Comunicação Multimédia da Universidade Lusófona de Lisboa no dia 29 de Junho e falou sobre as suas obras de arte generativa, isto é, experiências artísticas que adoptam formas algorítmicas na produção estética de objectos físicos e virtuais que adquirem autonomia. As “máquinas sinestésicas” de Filipe Pais estão disponíveis na “galeria atmosferas” e as suas mutações, Living room plankton, que reagem de forma sensorial, estiveram visíveis numa instalação site specific nas Caldas da Rainha. Nestas mutações visuais e sonoras procedeu-se não só à criação de uma forma “viva” que se desenvolve e cresce como também se inseriram factores de abertura ao ambiente exterior através da inclusão de mecanismos que detectam o ruído e a luz ambiental. A forma digital evolui e gera novos outputs consoante os inputs que recebe do ambiente. Neste contexto, o trabalho de Filipe Pais remete-nos para as técnicas da Vida Artificial e adopta, nas suas simulações, o efeito alien, ou seja, um dispositivo emergente de produção de efeitos imprevisíveis que surgem a partir de regras muito simples. A abertura ao ambiente envolvente e a capacidade de evoluir de forma adaptativa e recombinatória são características fundamentais para o desenvolvimento destas criaturas visuais, mutações gráficas e pictóricas em permanente reconfiguração.

filipepais1.jpg

Filipe Pais apresentou ainda um “cardápio” alargado de referências e autores a ter em consideração na análise e interpretação deste tipo de obras que tiram partido das inúmeras bibliotecas de objectos e algoritmos disponíveis na rede. A programação visual generativa potenciada pela comutação foi enunciada através do trabalho de Joshua Davis, Casey Reas, John Maeda, Lia, Philip Galanter e mais alguns proponentes desta arte dos números. As imagens provenientes dos sistemas de algoritmos servem para criar exposições em galerias, conceber capas de discos e revistas, esculpir espaços públicos e arquitectónicos e fazer evoluir seres e estruturas criadas através do código binário. Criaturas digitais com as quais partilhamos uma mimesis evolutiva feita de um genótipo (estrutura de código) e de um fenótipo (abertura ambiental). Autopoiesis biológica feita de tiras de software instalada no hadrware de uma configuração totalmente alien para os seres humanos de carne e osso que vivem da física terrena e não nos aquários in vitro (ecrãs de toda a espécie) da biologia simulada.

filipepais2.jpg

De acordo com Filipe Pais é importante questionar estas práticas e mostrar como algumas destas estratégias são afinal construídas através de factores e componentes de improvisação (emergência não programada) e composição (estrutura de regras básicas) utilizados há muito tempo. Assim, o autor considera que os automatismos e a repetição inerentes a estes processos sempre estiveram presentes na criação estética embora a máquina acrescente novas formulações pela rapidez de processamento da simulação. Um vasto campo a explorar, um trabalho curioso e experimental a ter em consideração.


4 comentários:
De laca a 3 de Julho de 2007 às 22:54
Excelente! "...explorei levemente" - terei que voltar a explorar - o que vi superou as minhas expectativas... vou voltar!

:lol:


De mouseland a 4 de Julho de 2007 às 19:17
Olá Laca, :smile::razz:

Vale a pena explorar! xxx mouse


De nzagalo a 10 de Julho de 2007 às 10:22
olá mouse

não devia andar aqui a ler estas coisas, tenho uma defesa para preparar :P, mas nestes tempos todas as desculpas servem para nos distrairmos :)

gostei imenso do plankton (a primeira imagem que tens logo no topo do post), e gostava de saber um pouco mais sobre a sua criação. aquilo é fruto de um algoritmo que vai gerando mutações constantes sobre a representação até chegar aquele estado, ou é um objecto misto de mutação e linearidade autoral?

xxx


De mouseland a 10 de Julho de 2007 às 20:33
Olá Nelson :mrgreen::mrgreen::mrgreen:

Pois tens que preparar o dia 16, hehehe. Já deve estar tudo a postos, espero. Entra com o pé direito ou parte uma perna!

Olha em relação ao plankton é mutação constante aleatória, muito interessante.

xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds