Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007
BEIJING URBAN PLANNING EXHIBITION CENTER_2007
maquetabeijing_estadioolimpico3.jpg

maquetabeijing_piscinas.jpg

maquetabeijing_estadioolimpico.jpg

maquetabeijing_estadioolimpico1.jpg

O centro de exposições perto da Praça Tiananmen no coração de Pequim anuncia o plano urbano para o futuro da cidade. A exposição está muito bem organizada do ponto de vista gráfico e permite conhecer as transformações que a metrópole está a sofrer para albergar os jogos olímpicos em 2008 e para se transformar numa capital de referência mundial. Dos mega projectos de arquitectura, encomendados a gabinetes do mundo inteiro, como o estádio olímpico em forma de ninho de pássaro (Bird's Nest), concebido pela firma suiça Herzog & de Meuron, ao edifício das piscinas do tipo “bolha” gigante ou cubo de água, concebidas pelo gabinete de arquitectura de Sidney, PTW, à nova sede da CCTV de Rem Koolhaas, tudo está planeado e apresentado numa maqueta gigante onde nos podemos “passear”. Em simultâneo podemos ainda ver inúmeras outras maquetas de menor escala mas igualmente variadas e minuciosas sobre as diversas infra estruturas tanto ao nível da arquitectura, como dos transportes, dos espaços verdes, dos materiais usados, planeamento e manutenção ambiental, etc.. Esta exposição permite fazer uma ideia detalhada da preocupação actual dos chineses em transformar Pequim num lugar de crescimento sustentado. A mostra apresenta um conjunto vasto de mapas e cartografias que denotam um cuidado e uma preocupação persistente com aproveitamento energético, tratamento de água, ampliação da rede de transportes, entre outras características que podem transformar Pequim e impedir a escalada da poluição e do crescimento caótico.

maquetabeijing_cidadeproibida1.jpg

maquetabeijing_cctvrem-koolhaas.jpg

Podemos ainda visualizar alguns vídeos bastante bem produzidos que documentam a relação da população urbana com a metrópole e nos quais são elaborados levantamentos sobre a população dos hutongs. São, assim, apresentadas entrevistas individuais onde podemos contactar com a realidade da população que vivia em ruas de casas baixas com uma escala humana acentuada e que agora se sente desterrada no meio dos arranha-céus. A exposição apresenta um vídeo em 3-D sobre a história da cidade e no seu conjunto é muito interessante e consistente.

Pena que esta realidade seja só para alguns e que os cidadãos que não são registados como nascidos em Pequim sejam tão mal tratados em matéria laboral. Em Janeiro, muitos destes trabalhadores, imigrantes no seu próprio país e muitas vezes tratados como cidadãos de segunda pelos Beijing born citizens, quando voltam das duas semanas de férias de Ano Novo (note-se que têm apenas mais uma semana de férias referente à semana do dia do trabalhador), altura em que normalmente aproveitam para visitar os seus familiares na China “profunda”, vêem perdidos os seus empregos sem receberem sequer algum dinheiro em atraso. As contradições são imensas.


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds