Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
“INDÚSTRIAS CULTURAIS”_ROGÉRIO SANTOS_2007
industrias_culturais_livro.jpg

industrias_culturais_blog.jpg

Acabei de ler um livro curioso, Industrias Culturais, Imagens, Valores e Consumos, de Rogério Santos do departamento de Ciências da Comunicação da Universidade Católica. O livro é editado pelas edições setenta e é o resultado de um apanhado de textos escritos no blog do autor que tem como título Indústrias Culturais e está on-line desde 2003. Neste documento são relatados e documentados alguns acontecimentos e estudos recentes, numa linguagem bastante simples e fácil de seguir, sobre imprensa, rádio, fotografia, televisão, internet, cinema, vídeo, videojogos, manga, música, livros e centros comerciais. O autor centra-se bastante nos casos portugueses nomeadamente nas análises que faz de alguns reality shows e telenovelas que passaram na televisão e em alguns programas de rádio. Focam-se ainda curiosidades nacionais retiradas de arquivos fotográficos e textos académicos. Acho que o mais interessante deste livro é o lado descritivo e etnográfico que reúne, em quase quatrocentas páginas, opiniões críticas do autor em viagens, filmes que viu, espectáculos que assistiu, recolha de bibliografia e documentação variadíssima. Torna-se uma leitura obrigatória para quem quer compreender conceitos como “indústrias culturais”, “indústrias criativas”, “cadeia de valor”, entre outros.

De acordo com Rogério Santos: “(…) Numa definição próxima de Zallo, Santos (1999) olha as indústrias culturais como: “bens ou serviços culturais […] produzidos, reproduzidos e difundidos segundo critérios comerciais e industriais, ou seja, quando se trata de uma produção em série, destinada ao mercado e orientada por estratégias de natureza prioritariamente económica. E o que cabe, concretamente, neste sector das indústrias culturais? Em geral, refere-se o cinema, o disco, o rádio, a televisão, mas também se avança a informática, a publicidade e o turismo, ou ainda, a organização de espectáculos e o comércio da arte” (Maria de Lurdes Lima Santos citada em Santos, 2007: 26). O livro saiu em Outubro de 2007 e faz um estado-da-arte das diversas teorias à volta do conceito de indústrias culturais (primeira parte) bem como estas se reflectem na produção criativa da actualidade (segunda parte). No final (terceira parte) introduzem-se teorias e reflexões sobre grupos, públicos, fãs, espaços e consumos. Junta-se ainda um capítulo sobre outros territórios onde se fala de viagens a quatro cidades (Madrid, Barcelona, Londres e Praga) e se explicitam algumas curiosidades sobre turismo, brochuras turísticas e representação.


2 comentários:
De Rogério Santos a 24 de Fevereiro de 2008 às 18:56
Muito obrigado pela sua leitura cuidada do meu livro. Com os meus cumprimentos sinceros.


De mouseland a 24 de Fevereiro de 2008 às 23:02
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Foi um prazer! O livro contextualiza de facto um território em exploração na mouseland. xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds