Sexta-feira, 4 de Abril de 2008
“JUNO”_UMA MIÚDA ÀS DIREITAS COM NOME DE DEUSA
juno.jpg

Fui finalmente a semana passada ver o filme Juno realizado por Jason Reitman em 2007 (Jason Reitman realizou em 2005 Thank You for Smoking aqui introduzido). Esta comédia realista vale mesmo a pena e lembrou-me Little Miss Sunshine (2006, já aqui falado) e American Splendour (2003), filmes que me agradaram bastante (estou constantemente a rever o alucinante e engraçado realismo de American Splendour em DVD) pela forma como tenho a sensação que estou simultaneamente a ver um objecto cinematográfico e a ler uma banda desenhada. A interpretação de Ellen Page é bastante expressiva, no papel da adolescente que engravida sem vontade e que mesmo confrontada com um problema "muito para lá do limite da sua maturidade", acaba por ter uma enorme presença de espírito e resolver a situação. Juno tem um genérico bastante engraçado e os diálogos, se no início receei que descambassem em piadinhas sem jeito, logo se revelaram de grande subtileza. Uma trama e um grupo de personagens simples, encabeçados por uma adolescente com uma personalidade muito forte, acabam por convencer os espectadores da sua própria ficção. Uma ficção demasiado real mas representada ao "estilo da tragédia clássica" por caracteres melhores do que os humanos de carne e osso.

Juno ou Hera, a deusa que surge na mitologia grega como a protectora das mulheres, do casamento e do nascimento. No filme, a adolescente tenta certamente proteger o casamento dos outros, acreditar que uma relação pode durar eternidades e gerar uma criança que é acolhida com amor. Com mais espinhos do que rosas o enredo do filme mostra-nos como há pessoas que sabem muito bem aquilo que querem.

juno1.jpg

juno2.jpg
tags:


8 comentários:
De Anónimo a 5 de Abril de 2008 às 00:48


De mouseland a 5 de Abril de 2008 às 01:01
:mrgreen::mrgreen::mrgreen:

http://juno.doorwayblogging.info/#

http://juno.doorwayblogging.info/?p=1159


De andrade a 6 de Abril de 2008 às 15:43
:smile::wink: Este filme é mesmo engraçado, já vi há algum tempo (quando estreou) mas gostei bastante. A miúda faz um papel bastante difícil mas muito bem conseguido e o namorado dela, o rapaz cómico das pastilhas, da fita e do jogging, também. Andrade


De mouseland a 6 de Abril de 2008 às 17:24
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Sim, o amigo/namorado da Juno vai muito bem no papel que representa. Concordo inteiramente. xxx mouse


De rafgouv a 10 de Abril de 2008 às 15:42
Aposta Ellen Page:
optimistas: será a nova Jodie Foster???
pessimistas: será a nova Winona Ryder???

Para um debate valente, aconselho Hard Candy de David Slater, filme ultra desconfortável, homónimo do eminente novo disco de Madonna.


De mouseland a 10 de Abril de 2008 às 22:12
Opá se a Ellen Page for a nova Winona Ryder (eu gosto dela!) tem bastante sorte mas penso que é muito diferente de ambas, não consigo ver a comparação mas entre as duas é certamente mais Jodie Foster o estilo. xxx mouse


De rafgouv a 11 de Abril de 2008 às 08:24
:mrgreen:
Eu tb gosto muito da Winona mas o menos que se pode dizer é que desperdiçou largamente as esperanças que nela depositámos...

Faltava a 3a hipótese: Ellen Page é um híbrido de Foster e Ryder, um concentrado de virilidade franzina e de fragilidade blindada.


De mouseland a 11 de Abril de 2008 às 22:24
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Parece-me bem o conceito: "virilidade franzina e fragilidade blindada". xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds