Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008
08.08.08_ABERTURA DOS JOGOS OLÍMPICOS, SEM DRAGÕES, COM CALIGRAFIA
pequim_2008.jpg

pequim_2008_1.jpg

pequim_2008_2.jpg

A cenografia da cerimónia de abertura dos jogos olímpicos de 2008 esteve ao cuidado do realizador chinês Yimou Zhang. Esta cenografia foi acompanhada pelo trabalho do coreografo Zhang Jigang e do músico Tan Dun. Yimou Zhang é o realizador de Milho Vermelho (1987), Esposas e concubinas (1992), Herói (2002), O segredo dos Punhais Voadores (2004) e A Maldição da Flor Dourada (2006), entre outros. Os filmes dispensam apresentações e fazem deste realizador um nome incontornável da filmografia chinesa. As críticas que o dizem vergado ao regime, depois de um período maldito, e que chamam a atenção para a função política das cerimónias olímpicas (cf. Mourinha, jornal Público de 9 de Agosto de 2008) pouco interessam neste contexto festivo e Yimou Zhang conseguiu resumir e condensar milhares de anos de história e cultura em poucas horas.

pequim_2008_mascotes.jpg 

Pelo que vi na televisão a cerimónia foi bastante sóbria e cenicamente muito interessante. O voo/corrida do ginasta Li Ning para a tocha, desenrolando um pergaminho com a história da cultura chinesa, é uma imagem muito forte e a apresentação da coreografia sobre a invenção da escrita pareceu-me magnifica. As roupas e a disciplina corporal dos figurantes fizeram-se notar e ao ver as notícias, no dia 08.08.08, sobre a capacidade de organização da República Popular da China, fiquei com uma nostalgia imensa. As imagens fizeram-me sentir saudades do país, da Ásia… há um ano estava eu a fazer as malas para um périplo na China.


2 comentários:
De rafgouv a 12 de Agosto de 2008 às 08:54
:???: Não esquecer a enorme contribuição de Steven Spielberg para a cerimónia de abertura. Spielberg apenas foi substituido por Zhang Yimou depois da China ter reprimido fortemente os protestos no Tibete... obrigando-o a uma saída honorável.

Difícil não ficarmos impressionados com uma cerimónia tão intimidatória. A cerimónia teve alguns momentos de pura beleza mas fico algo perplexo pelo fascínio que aquelas coreografias marciais (os tambores do início), aquelas explosões intimidatórias (ok, o fogo de artifício é uma tradição milenar chinesa mas...), aquelas crianças com esgares sorridentes paralisados, toda aquela estética assumidamente totalitária exerce sobre tanta gente... Nada de improvisação, tudo planificado, sincronizado, controlado, milimetrado: assusta!


De mouseland a 12 de Agosto de 2008 às 11:52
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: hum... não concordo... é preciso alguma distância e tentar não fazer do treino e da disciplina algo tão demoníaco. Eu não achei intimidatório mas delicado e esforçado. Acho que existem indícios de reformas e que em geral se fazem leituras muito formatadas por padrões ocidentais. O que eu vi foi amor ao detalhe, ao pormenor, delicadeza nos gestos e humildade. É óbvio que a estética cooperativa assusta imenso o olhar ocidental e a cultura humanista mas não sei… tenho mais dúvidas do que certezas sobre estas questões. xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds