Terça-feira, 13 de Novembro de 2007
DISRUPTING NARRATIVES_TATE JULHO 07_ANDREA ZAPP + MARK AMERICA
andreazapp2.jpg

andreazapp1.jpg

andreazapp.jpg

Uma conferência que vale a pena ver on-line é a apresentação de Andrea Zapp nas “disrupting narratives” da Tate em Julho de 2007. Andrea Zapp nasceu na Alemanha, estudou cinema e televisão e desenvolve um conjunto de narrativas e plataformas digitais que problematizam noções passadistas que não têm em conta aspectos de realidades mistas e recombinatórias nas artes digitais da actualidade. Neste contexto, podemos considerar que a autora combina instalações site specific com espaços on-line, interfaces e tecnologias de vigilância em happenings que reflectem sobre a possibilidade de construção de espaços imaginários emergentes a partir da interacção de múltiplas pessoas em rede. Andrea Zapp editou dois livros: Networked Narrative Environments as imaginary spaces of being, MMU/FACT Liverpool (2004) e New Screen Media, Cinema/Art/Narrative, BFI, London/ ZKM (2002).

Na conferência “For We are Where We are not: Mixed-Reality Narratives and Installations”, Andrea Zapp mostra diversas instalações em galerias onde os participantes podem construir e manipular o espaço destas através de soluções enviadas e forjadas pela rede. Assim, o ambiente de um quarto de hotel ou de uma casa de bonecas pode alterar-se consoante os inputs de observadores dispersos na rede global de telecomunicações. A autora dedica-se ainda à construção de micro narrativas e telenovelas geradas por diversos participantes. As acções e o corpo próprio destes interactores fazem parte destes espaços imaginários. Para Andrea Zapp existe um modelo expressivo de arquitectura narrativa que deve ser tido em consideração nas realidades mediadas pela tecnologia onde as versões on-line podem ser misturadas com a realidade do dia-a-dia do escritório do bar ou do café. Vale mesmo a pena ouvir e ver os trabalhos desta artista digital que reflecte sobre o envolvimento e a participação do corpo num mundo ligado por múltiplos elos e linhas de software, redes de hardware que apelam à experiência incorporada em lugares booleanos de formas e sombras recombinatórias.

markamerika1.jpg

markamerika.jpg

markamerika2.jpg

Outra conferência que vale mesmo a pena ver é a apresentação de Mark America, “Remixology, Hybridized Processes, and Postproduction Art: A Counternarrative” no mesmo evento on-line da Tate. Ouvir as palavras do poeta, escritor, professor VJ e bloguer sobre a forma como o inconsciente nos leva a construir ficções que por vezes não temos capacidade de avaliar é no mínimo inspirador. Mark America foi considerado um inovador por excelência pela Time Magazine e a sua trilogia: GRAMMATRON, PHON:E:ME e  FILMTEXT ainda está disponível on-line. O artista e poeta digital publicou recentemente o livro META/DATA: A Digital Poetics (2007), editado pelo MIT, e é professor de arte na Universidade do Colorado.

Na conferência proferida na Tate Mark America mistura narrativas pessoais com teorias espontâneas e leituras filosóficas, no intuito de falar sobre a construção da identidade, personas ficcionais e informação experimental. A rede ajuda, segundo o artista, a criar mitologias e narrativas sobre a identidade e promove um "postproduction artist", ou seja, alguém que se envolve, de forma díspar do modelo tradicional, numa rede alternativa de distribuição e em esquemas que envolvem audiências muito diferentes das habituais. Mark America considera que o “remixologist” contemporâneo é alguém que usa as formas media não tanto no sentido de contrariar o espectáculo mas no intuito de criar um conjunto de contra narrativas que nos transportam para lá do objecto de arte per se enquanto investigam a possibilidade de descobrir o processo criativo inerente ao inconsciente. Acho que vale a pena inquirir esta possibilidade! Obrigado Margarida.


8 comentários:
De nzagalo a 13 de Novembro de 2007 às 16:17
Mais um excelente post da nossa mouse :grin:.
Obrigado pela info estava completamente a leste destas conferências da Tate, e ainda por cima num tópico que tanto me interessa. E já agora adorei e recomendo o livro New Screen Media, Cinema/Art/Narrative.

xx


De mouseland a 13 de Novembro de 2007 às 16:49
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Obrigado Nelson! Ainda bem que me dizes que vale a pena este livro pois já o tinha colocado no meu cesto amazon mas não estava certa se não estaria datado... assim vem já no próximo carregamento.

xxx mouse


De nzagalo a 13 de Novembro de 2007 às 19:35
Agora que falas em datado, o livro é de 2002 eu li-o em 2003 e fiquei com uma boa impressão dele mas face ao que saiu entretanto talvez se tenha datado um pouco, não estou certo. Não o tenho, usei a cópia da biblioteca durante algum tempo e lembro-me de retirar algumas referências interessantes de meia dúzia de textos do livro, acabei por não comprar porque estava caro. Traz um dvd e pelo que me lembro o dvd também traz várias coisas interessantes.


De margarida a 13 de Novembro de 2007 às 20:08
oi mouse se quiseres eu tenho-o e posso emprestá-lo; como somos vizinhas é só uma questão de combinarmos:mrgreen:
xx margarida


De mouseland a 14 de Novembro de 2007 às 15:37
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Olá Nelson, Não quero cair naquela paranóia (do tipo Lev Manovich :smile:) que um livro que saiu seis meses antes está obsoleto... ainda não me americanizei, hehehe. Mas estes livros com textos de inúmeros autores fazem optimamente o state-of-art do campo mas às vezes em poucos anos estão um pouco ultrapassados por outros que entretanto saíram com um ponto da situação mais recente. Era para saber se era esse o caso. Mas...

Olá Margarida, Agora que a daisy :wink: me ofereceu uma vista de olhos no exemplar que tem em casa não vou deixar de aceitar, hehehe. Combinamos depois do teu grande dia um café nas redondezas? Como aliás já estava marcado.

xxx mouse


De margarida a 14 de Novembro de 2007 às 20:06
olá mouse. fica combinado:lol: xx daisy


De Pedro Silva a 15 de Novembro de 2007 às 12:52
Excelente dica. Vou já fazer post a divulgar a conferência.


De mouseland a 15 de Novembro de 2007 às 18:33
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: obrigado Pedro!


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds