Sábado, 20 de Maio de 2006
UMA ESTRADA DE TIJOLOS AMARELOS ATÉ À CIDADE ESMERALDA
spacewar.jpg

DESIGN DA EXPERIÊNCIA NAS INTERFACES E NARRATIVAS
EMERGENTES
DAS ARTES DIGITAIS
 CCB * 25 DE MAIO * 2006

Reflectir sobre duas estratégias de representação distintas na produção das interfaces digitais contemporâneas: uma linha realista e transparente que forja o artifício em função da realidade e das suas características orgânicas (interfaces transparentes) e uma linha que joga e manipula as opacidades do medium (interfaces reflexivas). Ambas as estratégias operam na linha de mediação entre o utilizador e o objecto de manipulação e promovem comportamentos, acções e narrativas especificamente voltadas para a experiência (imersiva ou, em alternativa, de fronteira). O design da performance digital contemporânea ao forjar à priori as acções do sujeito e a autonomia da máquina apela à consciência da interface na delineação de um espaço mágico no qual o utilizador sabe que é “enganado”. A narrativa lúdica impõe a separação do espaço da realidade do espaço da experiência e da ficção. A falácia da imersão é precisamente a negação deste espaço artificial de fronteira e consciência do medium. As artes digitais são concebidas através de algoritmos emergentes e imprevisíveis que apelam a todo o momento para processos abstractos e complexos. 


4 comentários:
De MQ a 22 de Maio de 2006 às 10:06
PAT: lol! isto de teres o teu blog é fantástico!

A propósito, nesse percurso até à cidade esmeralda, vai aparecer a bruxa má do norte...não nos podemos afastar da estada de tijolos amarelos... trata-se portanto de um mundo dicotómico (bem/mal)enformado por regras muito rígidas...mas neste mundo emergente e imprevisível de que nos falas, será que não corremos demasiados riscos ao ponto de sairmos da estrada e nunca chegarmos à cidade esmeralda? estaremos preparados para nunca chegar a esmeralda?onde iremos ter então? o que encontraremos? xxx


De mouseland a 22 de Maio de 2006 às 14:54
A ideia é que existem inúmeros caminho bifurcados à la borges até à cidade esmeralda, ou seja, bruxas, perigos e situações fora de controlo. Não é certo que o nosso objectivo seja concretizado mas de qualquer forma está nas nossas acções a configuração desse percurso. Partimos à deriva por aquela estrada sem conhecimento do mapa embora esse mapa esteja traçado pelo arquitecto do sistema. Neste contexto, a matriz é rígida e definida à priori mas também aberta às nossas batotas e ideias mais criativas, aos passos mais imprevisíveis. Assim, chegar não é o mais importante, partir é que é fundamental! O impulso por trilhar o desconhecido.:twisted:


De dr Bakali a 23 de Maio de 2006 às 00:29
situações há em que o melhor é citar alguém credenciado:

"Drift. Allow yourself to wander aimlessly. Explore adjacencies. Lack judgment. Postpone criticism."

Bruce Mau, 8º versículo do The Incomplete Manifesto for Growth


De cristina benedita a 7 de Novembro de 2009 às 20:01
Já o poeta espanhol Antonio Machado dizia que é no caminhar que se faz o caminho...


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds