Domingo, 27 de Julho de 2008
VIGILÂNCIA E VIOLÊNCIA ORQUESTRADAS
surveillance_0.jpg

O filme Vigilância ou Surveillance (Jennifer Chambers Lynch, 2007), realizado pela filha de David Lynch, é um triller bastante sanguinário mas que prova como afinal “filha de peixe sabe nadar”. Ao contrário do que aconteceu antes com Boxing Helena, o desastroso primeiro filme trash da escritora do livro The Secret Diary of Laura Palmer, Jennifer Chambers Lynch, vai certamente sair da sombra do pai e dedicar-se, finalmente sem hesitações, ao cinema. Surveillance tem um universo bastante marcado por Lost Highway, Twin Peaks, entre outros, mas recordou-me também o inquietante Terror na Auto-Estrada (The Hitcher de Robert Harmon, 1986) recentemente recriado no medíocre The Hitcher (Dave Meyers, 2007). 

Filme de actores, com um Sam Hallaway (Bill Pulman) irrepreensível mas bastante gordo e uma Elizabeth Anderson enigmática (Julia Ormond) no papel de dois agentes do FBI que chegam a uma estação da polícia local no deserto de Santa Fé para investigarem uma série de ocorrências criminosas. A narrativa reconstrói-se a partir do relato de três testemunhas dos incidentes e a história liga-se num mosaico de acontecimentos ao estilo de Colisão (Crash, 2004) de Paul Haggis. Um polícia, uma toxicodependente e uma miúda de oito anos ajudam as autoridades a reconstruir um emaranhado de acontecimentos provocados por dois indivíduos mascarados. Uma cena dispensável é, quanto a mim, a cena dos junkies mas não digo muito mais. De resto, os diferentes estados de espírito das personagens são acentuados pelas colorações sépia, no caso dos dois polícias, pelas cores saturados nas cenas com os dois junkies e na utilização de cores mais planas e mais nítidas na história da miúda. Uma violência orquestrada ao nível dos diálogos e que se torna cada vez mais nítida conforme o filme vai progredindo. Um texto cheio de non sense, algo gore.

surveillance_1.jpg

surveillance.jpg
tags:


19 comentários:
De laca a 28 de Julho de 2008 às 16:09
:mrgreen::mrgreen::mrgreen:

fico-me por filmes de AMOR :oops:
["Os Amores de Astrea e Celadon" é o mais recente filme realizado pelo consagrado Eric Rohmer, um dos nomes cimeiros do cinema francês da Nova Vaga. (...) Numa floresta maravilhosa, no tempo dos druidas, o pastor Céladon e a pastora Astrée vivem o seu amor puro. (...) Baseado em um clássico do início do século XVII, um romance de mais de 5 mil páginas, escrito por Honoré d´Urfé, o filme narra as peripécias de Eros, que atinge os dois jovens pastores e ao mesmo tempo os impede de se aproximarem...

O facto de Rohmer, aos 88 anos, olhar para o amor como se de uma obra de juventude se tratasse é, em si mesmo, um facto digno de nota.]
:lol::lol::lol:


De laca a 28 de Julho de 2008 às 23:59
:lol::lol::lol:
MOUSEmuitosPARABÉNSmuitosMIMINHOS!!!!!

*****:wink:


De migalha a 29 de Julho de 2008 às 12:30
Filme inquietante e algo paranóico. Algum desacerto nas ligações entre as três narrativas, que permitem que o espectador consiga ter uma visão esclarecida dos acontecimentos, assim como alguma "palha" desnecessária. Mas temos cinema. Estou contigo mouse, "filha de peixe sabe nadar"... Há que seguir com atenção a carreira da miúda! :grin:


De mouseland a 29 de Julho de 2008 às 12:59
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Obrigado Laca! Quanto ao filme do Eric Rohmer tens muita razão. Vi a apresentação e pensei que gostava de ver mas ao mesmo tempo achei aquela introdução tão insólita. Fui, sou? grande fã de "contos de Inverno", "de Verão"... "Primavera" e "Outono" e "raio verde" ou "Paulina na praia" foram filmes que me marcaram os anos "teen"... sei lá… fiquei logo saudosista em relação aos anos oitenta.

Migalha, Também concordo contigo e com a ideia que há alguma palha dispensável no filme. xxx mouse


De laca a 30 de Julho de 2008 às 23:09
nostalgia!!! :cry::wink::lol:


De tipografia a 31 de Julho de 2008 às 07:41
A Mouse Patrícia

Lá num país cheio de cor (cinzento)
Nasceu um dia uma Mouse
Bem conhecida p'la amizade
Pela alegria e p'la bondade

Todos lhe chamam a pequena Mouse Patrícia
Fresca, bela, doce Mouse Patrícia
Mouse trabalha sem parar
No seu mundo sem maldade
Não há tristeza para a nossa Mouse Patrícia
Tão feliz e doce, Mouse Patrícia
Mouse, eu quero-te aqui
Mouse (Mouse), Mouse (Mouse), Mouse vem fala-nos de ti

Numa manhã ao passear
Vi uma Mouse numa rua
E ao sentir que me olhou
Com os seus olhitos de cor

E esta Mouse era a nossa amiga Mouse Patrícia
Fresca, bela, doce Mouse Patrícia
Mouse trabalha sem parar
No seu mundo sem maldade
Não há tristeza para a nossa Mouse Patrícia
Tão feliz e doce, Mouse Patrícia
Mouse (Mouse), Mouse (Mouse), Mouse vem fala-nos de ti
Mouse, eu quero-te aqui
Mouse (Mouse), Mouse (Mouse), Mouse vem fala-nos de ti

para a minha amiga Mouse Patrícia
ttttt


De mouseland a 31 de Julho de 2008 às 17:36
:mrgreen::mrgreen::mrgreen: Olá Laca e Tipografias,

A mouse é boa pessoa e trabalha sem parar mas também muito má pessoa :twisted::evil::twisted::evil: quando não vê tipografias avançar naquilo que é suposto fazer!

Pois neste momento está aqui a mouse a ler um texto qualquer quando deveria estar a ler umas 100, 200 quase 300 páginas provenientes do reinado das fontes, famílias, ascendentes, descendentes, serifados, sans serifa e afins. Ah pois como eu gostava de poder aprender mais sobre este assunto no digital. Estou ansiosa mas nada... nada... até quando esta espera? xxx mouse


De tipografia a 1 de Agosto de 2008 às 00:48
:oops:


De André Carita a 3 de Agosto de 2008 às 19:30
Não sou muito fã de Lynch. :roll:

Lost Highway continua a ser um daqueles filmes estranhos que ainda não consegui dissecar na sua totalidade. Pelo que vi no trailer, Jennifer Lynch parece ter-se inspirado de facto nessa obra e se não fosse este teu texto confesso que me passaria completamente ao lado. Vou-lhe dar uma oportunidade neste verão certamente. :cool:

*** André Carita


De mouseland a 4 de Agosto de 2008 às 20:21
Olá :mrgreen::mrgreen::mrgreen: Experimenta mas se não gostas do pai talvez a filha para ti seja ainda mais sofrível... não sei... ou pode ser que não... depende se gostas de terror e narrativas cruzadas xxx mouse


Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. EM SÃO PAULO, ENTRE OS RU...

. "THE LAST OF US", AMOR, L...

. QUE SORTE PODER VOLTAR A ...

. MEXICO DF UMA CIDADE ONDE...

. A MINHA SAGA COM O CANDY ...

. QUATRO FILMES A NÃO PERDE...

. PABLO ESCOBAR, O PATRÃO D...

. A MINHA FRUSTRAÇÃO COM O ...

. "THE WALKING DEAD" (GAME)...

. NUMA JANGADA DE POVOS IBÉ...

.arquivos

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Maio 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.tags

. apostas

. arte e design

. artes e design

. cibercultura

. ciberfeminismo

. cibermemórias

. cinema

. colaborações

. divulgação

. enigmas

. entrevista

. exposições

. festas

. game art

. game art exposições

. gamers

. iconografias

. indústria de jogos

. interfaces

. jogos e violência

. livros sobre jogos

. mouse conf.

. mouse no obvious

. mouseland

. myspace

. pop_playlist_game

. portfólios

. script

. segredos

. séries tv

. teatro

. textos

. viagens

. viagens cinema

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

.MOUSELAND _ PATRÍCIA GOUVEIA
ARTES E JOGOS _ DIGITAIS E ANALÓGICOS
blogs SAPO
.subscrever feeds